Novidades

Empregos de TI no Québec

Postado por:Catherine Potvinem:18/12/2017

Na École Québec, metade dos nossos alunos é da área de TI. Não é por menos, já que é a área com maior falta de profissionais no Québec. Nossa equipe ensina francês com foco no mercado de trabalho e cultura quebequenses, ajuda na redação do currículo e da carta de apresentação e prepara para as entrevistas de emprego e provas de proficiência. Conheça os nossos diferenciais.

Saiba sobre nossos preços e próximas turmas.

Missões de recrutamento

Há mais de 5 anos, a Québec International organiza todo ano uma missão de recrutamento internacional virtual com empresas da região de Québec com falta de programadores, analistas, analistas BI, etc. Essa missão se chama Québec na Cabeça.

Em 2018, vista uma demanda ainda maior de profissionais, a Québec International organizará uma missão presencial em São Paulo para ajudar essas empresas a encontrar os profissionais brasileiros que correspondem as necessidades do mercado. Os recrutadores dessas empresas estarão aqui para realizar entrevistas em francês em abril.

Etapas das missões de recrutamento

1.       Aproximadamente 2 meses antes das entrevistas ocorrerem, a Québec International divulga as vagas oferecidas pelas empresas participantes.

2.       Os candidatos devem enviar os seus currículos e cartas de apresentação até mais ou menos 3 semanas antes das entrevistas para as vagas que correspondem ao seu perfil.

3.       As empresas entram em contato com os candidatos pré-selecionados para marcar uma entrevista, prova de francês e/ou teste técnico.

4.       As primeiras entrevistas, de curta duração, são realizadas em francês.

5.       As empresas chamam os candidatos mais interessantes para uma segunda entrevista ou teste técnico.

6.       Um contrato de trabalho é enviado aos profissionais escolhidos.

7.       Os trâmites de pedido de visto de trabalho temporário se iniciam.

8.       Dependendo da necessidade da empresa e da demora no processo de visto, os candidatos contratados se mudam para o Québec e começam a trabalhar no novo contexto cultural de 5 a 12 meses depois da primeira entrevista.

Exigências

1.       Francês

Dependendo do cargo, o nível de francês exigido será de intermediário a avançado. Na ÉQ, temos alunos programadores JAVA e .NET que foram contratados ao concluir o nosso nível básico que tem 145 horas de duração (4 a 9 meses, dependendo da carga horária). Nosso último caso de sucesso impressionante, é de um aluno que começou o francês em dezembro de 2016, terminou nosso curso intermediário-avançado em agosto (fazendo 10 horas semanais) e foi contratado na missão de 2017 que foi realizada em agosto; tudo em 9 meses.

2.       Experiência de trabalho

A partir de 1 ano de experiência. Tudo depende do cargo.

3.       Formação

A maioria das vagas exige tecnólogo (DEC technique) ou bacharelado (baccalauréat) em Ciências da Computação ou área conexa.

4.       Conhecimento técnico

As principais necessidades são com programação .NET e JAVA, más tem vagas para analista, arquiteta, etc.

Fora da missão

Temos também alunos que são contratados fora da missão. Alguns, foram chamados pelo LinkedIn e outros, mais pro-ativos, enviaram seus currículos para empresas explicando que estavam dispostos a se mudar para o Canadá, demonstrando nível de francês e inglês e que para a sua profissão, o processo de pedido de visto seria simplificado.

Também, existem recrutadores internacionais que podem o ajudar a encontrar um emprego no Québec. Conheça a Abacus que recruta profissionais que já tem em mãos o Certificat de Sélection du Québec (Certificado emitido aos candidatos selecionados pela província de Québec).

Regras para visto de trabalho temporário

No geral, para uma empresa contratar um estrangeiro não residente permanente, é preciso comprovar para os governos que não foi possível encontrar um profissional com o mesmo perfil no mercado local. Essa comprovação exige um investimento em tempo e dinheiro. Por isso, poucas empresas conseguem ou querem contratar trabalhadores temporários estrangeiros.

No caso de alguns cargos de TI, como foi comprovado por várias empresas que a falta de profissionais nesse ramo é gritante, o governo permite que as empresas contratem fora do Canadá sem realizar essa comprovação. Segue lista de cargos em TI que se enquadram no tratamento simplificado:

1.       Engenheiro da computação

2.       Analista e consultor de informática

3.       Engenheiro e criador de software

4.       Programador e desenvolvedor de mídias interativas

5.       Desenvolvedor de websites

6.       Tecnólogo em redes de informática

7.       Agente de suporte ao usuário

8.       Tester de videogames

A lista completa se encontra neste link.