Trabalho no Québec: Entrevista de Emprego (Vídeo 2)

Falta pouco para a missão de recrutamento 2018. Neste segundo vídeo da série “Trabalho no Québec”, vamos te ajudar a elaborar suas respostas na hora da entrevista de emprego.

Ainda não está se sentindo seguro? Venha fazer uma preparação para entrevistas diretamente conosco. Basta entrar em contato através do nosso email e agendar um horário: contato_sp@ecolequebec.com.br

Bonne chance!

PEQ – Trabalhador Estrangeiro Temporário Especializado

Para os trabalhadores qualificados que tem um bom nível de francês, receber uma oferta de trabalho de uma empresa quebequense é um sonho possível. O programa de experiência quebequense é destinado aos estudantes de cursos elegíveis para o PGWP (permissão de trabalho pós-estudo) – e com frequência cursos que são não elegíveis para o PEQ estudo – e aos trabalhadores estrangeiros temporários que tem um emprego especializado e que respondem à certas exigências, das quais por exemplo ter um conhecimento intermediário/avançado da língua francesa. O PEQ não utiliza nenhum sistema de pontos e não leva em conta as características do cônjuge.

Para que o trabalhador qualificado possa submeter sua aplicação, ele precisa ter a intenção de residir no Québec, estar legalmente no Québec como trabalhar estrangeiro, ter ocupado um posto de trabalho qualificado (NOCs A, A ou B – e com as últimas mudanças anunciadas, os NOCs C e D passam a ser elegíveis também) em tempo integral (no mínimo 30 horas semanais) durante ao menos 12 dos 24 meses precedentes à demanda, demonstrar conhecimento em francês, demonstrar ser capaz de manter suas necessidades básicas por um período de 03 meses, ter no mínimo 18 anos e ser titular de um passaporte válido.

Os cônjuges que possuem permissões de trabalho abertas – atendendo às condições do programa – passam a poder aplicar sob as novas regras.

Trabalhos ocupados por candidatos que trabalham por conta ou em um empresa onde o candidato é também proprietário não são aceitos neste programa.

Para provar o conhecimento no francês, o candidato pode apresentar o resultado de um teste de francês oral (compreensão e produção oral CLB7 – B2 ou mais). Os testes aceitos são: TEFAQ, TCFQ, TEF, TEF Canadá, TCF, DELF e DALF.

Para os trabalhadores qualificados, é necessário esperar completar ao menos 12 meses de trabalho. Esses dozes meses de trabalho devem ser efetuados ao longo dos últimos 24 meses anteriores à demanda de CSQ. Além disso, no momento da demanda, o candidato deve igualmente ocupar um trabalho especializado, remunerado e a tempo integral.

O tempo de processamento  é de no mínimo 20 dias úteis, sem contar os prazos de postagem. No caso de dossiês incompletos, o MIDI envia aos candidatos uma carta apontando os documentos que não constam na aplicação e concede 60 dias para que o candidato complete seu dossiê ou o mesmo poderá ser rejeitado.

O CSQ não defere ao candidato a residência permanente. Caso o visto de trabalho temporário do trabalhador esteja perto de terminar, para poder permanecer e trabalhar no Canadá, é preciso obter um novo CAQ assim como uma nova permissão de trabalho temporário.

Programa de Mobilidade Francófona

Para aqueles que desejam trabalhar no Canadá e falam francês, o Programa Internacional de Mobilidade – International Mobility Program (IMP) – pode ser um oportunidade palpável e menos burocrática para os trabalhadores e empregadores. Para promover e encorajar a imigração francófona, profissionais estrangeiros contratados fora do Canadá e destinados à trabalhar em províncias anglófonas – e fora da província de Québec – dentro dos NOCs 0, A ou B podem ser elegíveis para isenção do LMIA (Labour Market Impact Assesment). Esse pedido de isenção no entanto não pode ser feito em solo canadense, porém trabalhadores que já trabalham no país com isenção de LMIA podem aplicar para uma extensão da permissão de trabalho desde que continuem a responder aos critérios do programa.

No programa de Mobilidade Francófona, não há limite de idade para os trabalhadores e profissionais de qualquer país podem ser contratados. Este programa também permite que a família do profissional contratado o acompanhe durante seu período de trabalho no Canadá e, caso a oferta de trabalho tenha duração superior a 6 meses, o cônjuge pode aplicar para uma permissão de trabalho aberta e os filhos podem aplicar para uma permissão de estudos.

A facilitação na entrada desses profissionais visa encorajar o desenvolvimento de comunidades de minorias francófonas ao longo do território Canadá. Postos de trabalho que promovem o uso do francês fora da província de Québec fortalecem o bilinguismo e as características multiculturais do Canadá.

Para participar do programa, o empregador deve submeter uma oferta de trabalho antes da aplicação para a permissão de trabalho. Essa oferta de trabalho deve ser em uma profissão qualificada. Para fazer um pedido de isenção de LMIA o empregador deve comprovar que a língua habitual que o trabalhar utilizará no dia-a-dia será o francês.  O oficial de imigração pode solicitar ao trabalhador contratado uma entrevista ou a apresentação do resultado de um teste de proficiência em francês indicando nível no mínimo intermediário (TEF CLB7).

Fonte: www.canada.ca

Mudanças de março de 2018 – Imigração Québec

Em 29 de março foram anunciadas novas regras para os programas de imigração (trabalhador qualificado, investidores, empreendedores e trabalhadores autônomos) da província de Québec. Em 2018 a província planeja receber entre 49 000 e 53 000 novos imigrantes.

Para os trabalhadores qualificados, as últimas mudanças se aplicarão até 15 de agosto de 2018 e serão recebidas no máximo 5 000 aplicações para o CSQ.  Candidatos com uma oferta válida de trabalho ou que são residentes temporários e são autorizados à submeter uma aplicação, podem fazê-lo a qualquer momento através do Mon Projet Québec.

Nenhuma aplicação para investidores, empreendedores e trabalhadores autônomos será aceita até 15 de agosto de 2018.

Uma ótima notícia foi anunciada para aqueles que desejam aplicar através do Programa de Experiência Quebequense! O cônjuge que está acompanhando o estudante internacional e tem uma permissão de trabalho aberta (open work permit) será elegível para o PEQ trabalho após ter trabalho por um período mínimo de 01 ano. Anteriormente somente os estudantes podiam aplicar pelo PEQ estudo ou PEQ trabalho, caso o curso escolhido não fosse elegível para o primeiro programa.

Outra mudança significativa é que passam a ser aceitos também as ocupações nos NOCs C e D (antigamente somente os NOCs O, A e B eram aceitos).

O Ministério da imigração do Québec anunciou também que está modernizando o sistema de imigração para selecionar os candidatos com melhores chances de integrar o mercado de trabalho quebequense.

Trabalhando com Usinagem no Québec (Vídeo)

Nos meses de abril e setembro, a Québec Internacional realizará missões de recrutamento em parceria com empresas quebequenses que desejam contratar brasileiros, profissionais da área de usinagem (além de TI e manufatura).

Para te ajudar a se preparar para as entrevistas, conversamos com Dominique Potvin, quebequense, que trabalha como operador de CNC há 14 anos.

Ele nos falou sobre o mercado de trabalho, salário, carga horária e pré-requisitos necessários para se trabalhar com usinagem no Québec.

Confira:

 

 

Palestra sobre estudos nos Cégeps

Estudos no Cégep

O Cégep é uma instituição pública de ensino superior que só existe no Québec. A província criou um total de 48 Cégeps que oferecem 3 tipos de cursos:

D.E.C pré-universitaire: com duração de 2 anos, o pré-universitário é realizado após a conclusão do ensino médio e antes de entrar na faculdade. Permite ao estudante se especializar numa área mais específica e ter mais tempo para escolher o curso que fará na faculdade. Todas as matérias do curso são de ensino geral. Os 9 D.E.C. pré-universitários são: arte, letras e comunicação; artes visuais; dança; história e civilização; música; ciências da natureza; ciências humanas; ciências da computação e matemática e ciências, letras e artes.

Ao comparar com o Brasil, chegariamos a conclusão que é o último ano do colegial e o primeiro ano da faculdade.

D.E.C. techniques: com duração de 3 anos, o D.E.C. techniques é realizado após a conclusão do ensino médio e prepara para o mercado de trabalho. Os D.E.C. techniques são numerosos. Seguem alguns exemplos: gestão de comércios, contabilidade e gestão, informática, turismo, artes do circo, design de interiores, produção teatral, móveis e marcenaria, engenharia civil, grafismo, ilustração, acupuntura, enfermagem, fisioterapia, educação, polícia, etc.. No Blog lecegep.com, publicaram um artigo sobre os 3 D.E.C. techniques mais promissores. É possível encontrar informações sobre todos os cursos nesse link.

Nossos ex-alunos que conseguiram o D.E.C. techniques como equivalência de diploma tinham feito no Brasil, um tecnólogo.

A.E.C.: é destinado a adultos que já inseriram o mercado de trabalho e querem se reorientar ou se especializar. O curso tem todas as matérias técnicas do D.E.C. equivalente, más não tem as matérias mais generalistas como francês, inglês, filosofia, educação física, etc. Por isso, é mais curto.

O equivalente brasileiro mais próximo seria o tecnólogo também.

Palestras online

Para se inscrever, clique na palestra da sua escolha na lista abaixo, preencha o formulário e clique no botão «envoyer mon inscription». Receberá uma mensagem de confirmação.

*é possível inscrever-se até 3 dias antes da palestra.

Cada Cégep enviará instrução sobre como participar da palestra.

Lista das palestras online de março

O horário mencionado é no fuso horário da França (UTC/GMT+1).

Março 2018

Cursos técnicos públicos do Québec

O Quebec, como todo o Canadá, é muito reconhecido pela qualidade da sua oferta educacional. Diversas oportunidades se apresentam para o público estrangeiro que deseja adquirir um diploma renomado e dominar um dos idiomas oficiais canadense: francês ou inglês.

Os Centres de Formation Professionnelle, espalhados pela província de Québec, oferecem D.E.P. (colegial técnico) de diversas áreas como administração, alimentação, turismo, arte, química, construção civil,  mecânica, transporte, moda, educação, saúde, etc. Esses centros de formação tem interesse em receber mais estudantes estrangeiros para que os estudantes locais tenham mais vivências interculturais e por isso, oferecem um acolhimento diferenciado para os estrangeiros.

Técnicas de usinagem

Sabia que os estudantes estrangeiros tem permissão de trabalhar no Canadá?

Hoje, as leis permitem que o estudante que não é residente permanente trabalhe até 20 horas semanais durante a formação e até 40 horas semanais nas férias. A maioria dos estudantes, tanto canadenses quanto estrangeiros, trabalham em lojas, restaurantes, academias, etc. que organizam suas agendas em função das disponibilidades de todos seus funcionários estudantes.

Casais

Para casais, o projeto fica ainda mais interessante pois o cônjuge do estudante estrangeiro pode trabalhar até 40 horas semanais durante todo o período do curso.

Após o término do curso

Após o término do curso, o estudante estrangeiro pode pedir um visto de trabalho aberto que tem a mesma duração que o curso. Por exemplo, se foi realizado um curso de 18 meses, o visto terá duração de 18 meses.

Técnicas de edificações

Pré-requisitos

Idade: ter pelo menos 18 anos ao começar o curso.

Idioma: realizar uma prova de proficiência no mesmo idioma que será realizado o curso.

  • Francês (TFI, TEF, TCF ou DELF)
  • Inglês (TOEFL ou IELTS)

Pré-requesitos escolares: dependendo do curso escolhido, os pré-requesitos escolares podem variar. Entre em contato conosco, poderemos lhe passar a informações relativa a cada curso.

Condições financeiras: é preciso demonstrar que o estudante tem condições financeiras para se sustentar por todo o período do curso e para pagar o valor do curso.

Técnicas de secretariado

Etapas do projeto: D.E.P. no Québec

É importante prever pelo menos 4 meses para completar todos os trâmites desde a escolha do curso até a obtenção do visto.

  1. Pesquisar sobre os cursos disponíveis e escolher.
  2. Verificar se atende aos critérios de admissão para estudar e trabalhar no Québec.
  3. Avaliar sua capacidade financeira (vistos, valor do curso e despesas durante o período dos estudos).
  4. Preencher o pedido de admissão.
  5. Mandar comprovação de capacidade financeira e passaporte válido.
  6. Fazer o pedido de certificado de aceitação do Québec.
  7. Fazer pedido de permissão de estudos.
  8. Preparar a chegada (abertura de conta bancária, seguro de saúde, etc.) .

As vantagens da formação técnica pública

  • Uma formação reconhecida mundialmente pela qualidade de seus programas em francês ou em inglês.
  • Programas desenvolvidos baseados nas competências exigidas no mercado de trabalho há mais de 30 anos.
  • As competências dos programas são definidas pelos futuros empregadores.
  • Métodos de ensino pragmáticos e inovadores inspirados no ensino individualizado e por módulo.
  • Infraestruturas ultramodernas e equipamentos de última geração tecnológica, usados nos trabalhos práticos dos alunos.
  • Estágios concretos e valorizantes em centros de formação ou em empresas para adquirir as competências procuradas pelos futuros empregadores.
  • Aprendizado rápido de uma profissão especializada que leva diretamente para um mercado de trabalho favorável.
  • Acesso a uma permissão de trabalho: até 20 horas semanais durante os estudos e 40 horas durante as férias e após a término do curso (o visto de trabalho após o término do curso tem a mesma duração que o curso).

Leia também esse flyer em português.

Plano de imigração para 2018

O Ministério da Imigração e da Diversidade Cultural do Québec publicou o seu plano de imigração para 2018. 2018 será um período de transição para um sistema de imigração baseado na declaração de interesse. Esse sistema permite constituir um banco de candidatos e escolher os que melhor atendem às necessidades do Québec.

As decisões em imigração foram baseadas nas seguintes orientações:

  1. estabilizar os níveis de imigração a 51 000 pessoas para aumentar levemente em 2019 (52 500 pessoas);
  2. aumentar a proporção de imigração econômica (trabalhador qualificado, investidor e autônomo) para 63%;
  3. aumentar para 40% a proporção de pessoas imigrantes com status de residente temporário ao realizar o pedido (PEQ estudo e PEQ trabalho);
  4. Receber um mínimo de 85% de adultos da sub-categoria trabalhadores qualificados que declaram conhecer o francês;
  5. Ter 70% dos candidatos selecionados com profissão de demanda;
  6. Manter a um mínimo de 65% as pessoas admitidas com menos de 35 anos;
  7. Incentivar a imigração em regiões fora dos grandes centros como Montréal e Québec.
  8. Favorecer a diversidade migratória para sustentar o dinamismo econômico do Québec assim como a vitalidade do francês;
  9. Reafirmar anualmente o engajamento humanitário do Québec pelo acolhimento de pessoas refugiadas e outras pessoas que tem necessidade de proteção internacional.

Resultados de 2017

Em 2017, o objetivo do MIDI era emitir entre 50 900 e 56 700 Certificat de Sélection du Québec (CSQ), mas só foram emitidos 46 700. Essa diferença entre o objetivo e o resultado se explica pela quantidade menor de trabalhadores qualificados aceitos no Mon Projet Québec.

É previsto que o Québec terá acolhido entre 50 700 e 53 900 pessoas imigrantes até o final de 2017. O número de pessoas que foram admitidas por um dos programas de imigração econômico deveria ser de 29 200 a 30 600.

  • Trabalhadores qualificados: entre 24 300 e 25 300 admissões (almejado 24 200 a 26 300)
  • Negócios (empreendedores, investidores e trabalhadores autônomos): entre 4 200 e 4 500 (planejado era de 3 600 a 3 900)
  • Outros: entre 700 e 800 (o plano era entre 900 e 1 100)

No setor de reunião familiar, o Québec deveria receber entre 11 900 e 12 800 (planejado: 11 400 a 11 900). No que se trata de pessoas refugiadas, o número de admissões deveria ficar entre 8 100 e 8 800 ou mais e poderia atingir até 9 500 pessoas. E o Québec deve receber mais 800-900 imigrantes provindo de outras categorias.

Na sub-categoria trabalhadores qualificados, 65% dos imigrantes recebidos declararam conhecer o francês ao entrarem no Québec em 2017. Em 8 de março de 2017, mudanças nos programas de imigração foram feitas para aumentar a proporção de francófonos a imigrarem para o Québec.

Objetivos 2017

O Québec pretende emitir entre 36 700 e 43 000 CSQ em 2018.

  • Trabalhadores qualificados: entre 26 000 e 29 000 pessoas
  • Negócios: entre 4 000 e 6 000 pessoas
  • Outros imigrantes econômicos: entre 600 e 800 pessoas
  • Refugiados selecionados no exterior: entre 5 600 e 6 500 pessoas
  • Outros imigrantes: entre 500 e 700 pessoas

Esses objetivos refletem o esforço realizado pelo ministério desde 2016 para garantir a transissão do novo sistema de imigração que o Québec está implantando. Essa quantidade foi estipulada para garantir um fluxo de admissões e leva em consideração a chegada de um número importante de refugiados selecionados no exterior.

No próprio plano publicado no site do Ministério, é possível saber a origem da imigração no Québec. Descubra aqui!

Palestra online: imigrar para o Québec

O Canadá e, mais particularmente, o Québec é um dos lugares mais abertos a imigração. Existem diversas razões para isso como o envelhecimento da população, as vantagens que o multiculturalismo traz e a falta de mão de obra em algumas áreas de trabalho (TI, diversas engenharias, enfermagem e outras áreas da saúde, administração, usinagem, mecânica industrial, etc.).

Pessoas do mundo inteiro escolhem o Québec por seu alto índice de IDH, estabilidade econômica, educação pública de qualidade e boa infraestrutura.

Em parceria com a Planet Interchange, nesta palestra serão abordados os principais programas de imigração ao Quebec, qual o ideal para cada interesse e as dúvidas mais frequentes.

* A palestra acontecerá em plataforma online. No dia do evento, todos os inscritos receberão via e-mail o link para assistir ao vivo. Inscreva-se no seguinte link.

Cégep GIM e École Québec firmam nova parceria

O Cégep de Gaspésie et des Iles – Campus de Montréal, oferece 12 cursos DEC e AEC (tecnólogos) de excelente qualidade e agora, a École Québec pode te ajudar em todos os procedimentos da escolha do curso até a inscrição.

Alguns fatos sobre o Cégep GIM

  • 12 programas oferecidos e 5 a serem lançados
  • 500 estudantes se matriculam todo ano
  • 250 se formaram em 2017
  • 100% dos estudantes são estudantes internacionais (Índia, China, Korea, Iran, Brasil, Vietnam, etc.)
  • Horários flexíveis que permitem trabalhar em tempo parcial
  • Serviços de colocação profissional gratuitos : consultoria acadêmica, redação do currículo, procura de estágio, etc.

Programas oferecidos

Programas com duração de 1 ano (2 semestres)

  • IP Networks and Telephony (AEC)
  • Financial Services and Financial Security Adviser (AEC)
  • Project Management Techniques (AEC)
  • Transport and Logistics Management (AEC)

Programas com duração de 2 anos (4 semestres)

  • Water Management Technology (AEC)
  • Early Childhood Education (AEC)
  • Mobile Application Development (AEC)
  • Computerised Financial Management (AEC)

Programas com duração de 2 anos (5 semestres)

  • Computer Science Techniques (AEC)

Programas com duração de 2 anos (6 semestres)

  • Computer Science Techniques (DEC)

Programas a serem inaugurados

  • Accounting and Management Technology (DEC)
  • Office System Technology (DEC)
  • Early Childhood Education (DEC)
  • Special Care Education (DEC)

Pode descobrir mais sobre a instituição, veja esse panfleto!

Quer obter maiores informações, marque uma orientação educacional conosco. Tem duração de 30 minutos e é gratuito.

 

Workshop online: como preparar o seu CV à la québécoise

A missão de recrutamento na América Latina está chegando. Esta initiativa da Québec International em colaboração com o Ministère de l’Immigration, de la Diversité et de l’Inclusion du Québec(MIDI) tem como objetivo facilitar a mobilidade internacional aos profissionais estrangeiros, que buscam uma oportunidade de experiência profissional na cidade de Québec e sua região metropolitana.

Este ano, as empresas da região estão à procura de trabalhadores qualificados nas áreas de tecnologia da informação, jogos virtuais e industrial, que possuem um bom domínio da língua francesa e experiência nestes setores.

Para aumentar as chances dos profissionais serem selecionados para entrevistas, a Québec International oferece um treinamento online gratuito sobre como preparar o CV à la québécoise.

O treinamento acontece no dia 29 de junho as 18h30 de Québec (19h30 do Brasil)

Para participar os interessados precisam apenas se conectar no link: