Catherine

Posts by Catherine

Encontro com instituições francófonas

No dia 21 de março de 2017, a École Québec encontrou com 4 instituições de ensino francófonas, todas localizadas no Canadá. Para as instituições que não conheciam a École Québec, apresentamos os nossos cursos e serviços e explicamos o que os nossos alunos mais procuram e precisam no projeto de vida deles. E eles fizeram o mesmo. Veja quais informações recolhemos para vocês!

Fédération des Cégeps

Os Cégeps são instituições de ensino de nível superior cujo modelo só existe no Québec. Eles oferecem três tipos de diploma: DEC pré-universitaire (2 anos de preparação para a faculdade), DEC technique (3 anos de preparação para o mercado de trabalho) e AEC (1 ou 2 anos de preparação para o mercado de trabalho). Poderiamos dizer que o DEC technique é a combinação das matérias de um DEC pré-universitaire com as do AEC.

Bolsas de estudo para estudantes do DEC technique para brasileiros. Para residentes permanentes do Québec, os estudos no Cégep são gratuitos. Para estrangeiros, os preços são de aproximadamente 8000$CAN por semestre, mas existe uma bolsa de isenção de pagamento e os brasileiros são prioritários junto com chineses e mexicanos. Até hoje, 6 ex-alunos da École Québec beneficiaram da bolsa de isenção.

Sabiam que a Fédération des Cégeps estará na École Québec de São Paulo no dia 27/03? Inscreva-se pelo e-mail contato_sp@ecolequebec.com.br. A palestra será em francês.

Cégep de Jonquière

Logo couleur 300 dpiO Cégep de Jonquière fica ao norte da cidade de Québec numa região chamada Lac Saint-Jean. Conversamos com a Colette Fournier que cria DEC techniques e AEC para atender às necessidades do mercado de trabalho. Ela listou para nos as áreas de formação do Cégep de Jonquière em quais faltam alunos e cuja área tem mais demanda no mercado de trabalho: laboratório (química analítica), engenharia química, engenharia mecânica, eletrônica industrial, informática e seguros. Os AEC dessas áreas duram de 2 a 4 semestres e no final do curso, todos os formantes que desejam entegrar o mercado de trabalho conseguem emprego. Cada semestre exige um investimento de 6000$CAN a 8000 $CAN. A senhora Fournier mencionou que as competências adquiridas em alguns AEC oferecidos pelo Cégep de Jonquière estão tão em demanda que alguns formantes entram no mercado de trabalho ganhando mais de 80 000$CAN ao ano.

Após o AEC, os estudantes estrangeiros ganham um visto de trabalho aberto da mesma duração que o AEC realizado e se nesse período o estudante comprovar 12 meses de experiência de trabalho qualificado, ele poderá pedir o CSQ que dá direito a pedir a residência permanente. Como os AEC incluem um ou dois estágios, ele poderá facilmente encontrar um emprego qualificado no final do curso, principalmente se for uma área de demanda.  Infelizmente, o AEC não é aceito pelo PEQ-estudos, mas ele é mais barato  e curto que o DEC technique ou o baccalauréat.

Veja todos os AEC disponíveis no Cégep de Jonquière.

Existe também a possibilidade de realizar o DEC technique que qualifica para o PEQ e que tem programas de bolsa.

Leia também sobre o processo de admissão.

O DEC techniques e pré-universitários são listados aqui.

Université de Montréal

A Carla, embaixadora da Universidade de Montréal também estava em São Paulo essa semana para apresentar a faculdade aos interessados. Para estudantes internacionais do mestrado e doutorado, a UdM oferece bolsas de isenção em que o estudante internacional que teve um ótimo histórico escolar no bacharelado paga o mesmo preço que os residentes permanentes (aprox. 1300$ por semestre).

O site da UdM é muito completo. Encontrará nele toda a informação necessária para saber dos cursos oferecidos e descobrir como se inscrever. Lembramos que as faculdades do Québec dividem os cursos em três ciclos.

Premier cycle: Certificat e Baccalauréat

Deuxième cycle: Diplôme d’Études Supérieures Spécialisées (D.E.S.S.) e Maîtrise

Troisième cycle: Doctorat e Post-Doctorat

Université d’Ottawa

A Universidade de Ottawa é bilingue, mas somente 30% dos estudantes escolhem realizar os estudos em francês. Para incentivar mais estudantes a se formar em francês, criaram um programa de bolsa em que os estudantes do baccalauréat que realizarem os estudos em francês pagam o mesmo preço que estudantes canadenses.

O site da Université d’Ottawa também é completo. Vale a pena visita-lo!

Conseil scolaire Viamonde e Conseil des écoles publiques de l’Est de l’Ontario

Dois conselhos escolares francófonos da província de Ontario (nível primário e secundário) nos apresentaram as escolas secundárias que recebem estudantes estrangeiros por períodos de um semestre ou um ano. O Conseil de Viamonde é localizado na região de Toronto e o de l’Est de l’Ontario é localizado na região de Ottawa.

É necessário ter um nível B1 de francês para poder ser admitido. Os adolescentes estrangeiros moram em família de intercâmbio que, na grande maioria, são bilíngues permitindo ao estudante treinar os dois idiomas. Para ter uma ideia de valores, veja essa página do site do Conseil scolaire Viamonde.

{Festividades do Québec} Fête de la Saint-Patrick

No dia 17 de Março se celebra no Québec a Fête de la Saint-Patrick (dia de São Patrício), santo patrono da Irlanda. E antes que perguntem porque se celebra um feriado Irlandês no Canadá, vamos conhecer a história de São Patrício:

Maewyn Succat nasceu em 387 D.C. em Kilpatrick, na Escócia. Filho de um oficial do exercito romano, aos 16 anos ele foi capturado por piratas irlandeses, que o venderam como escravo na Irlanda.  Por seis anos, ele habitou esse país como escravo, e durante esse tempo aprendeu o idioma Celta, após esse tempo, consegui fugir, e anos mais tarde ele foi ordenado padre e adotou o nome latino de Patricius. Aos 46 anos, decidiu voltar à Irlanda para evangelizar seus habitantes. E ali permaneceu por quase 30 anos, até sua morte em 17 de Março de 461 D.C. De acordo com alguns relatos, Patricius teria fundado mais de 300 igrejas e batizado mais de 120,000 pessoas. Por esses feitos (e outros) ele é considerado um santo pela Igreja Católica e venerado como tal em vários países.

St._Patrick's_Day_greetingsExistem muitas lendas associadas à São Patrício, e citarei apenas duas (mas se estiver curioso, podes ler sobre elas na Wikipédia). A primeira  lenda conta que Patrício teria banido todas as serpentes da Irlanda, tendo-as forcado a se jogar no mar após elas o terem atacado durante um jejum de 40 dias que ele fazia no topo de uma colina¹. A outra lenda diz que São Patrício costumava explicar o mistério da Santíssima Trindade usando um trevo de três folhas, e é por isso que o trevo é comum nas festividades em honra à São Patrício. Outra anedota sobre o santo é que Patrício preferia o azul, mas durante a rebelião irlandesa de 1798, usar um trevo verde como forma de orgulho nacionalista se propagou e tornou-se um símbolo do nacionalismo Irlandês que permanece até hoje.

Mas voltando ao Québec: No século 19, mais especificamente, na década de 1840, houve uma grande fome na Irlanda, que forcou milhares de famílias a imigrar para o Canadá. Após a chegada no Québec, os imigrantes Irlandeses eram enviados para quarantina em Grosse Île, onde mais de 5,000 deles morreram de cólera e febre tifoide. Os sobreviventes desembarcaram no Québec, alguns decidiram se estabelecer na província enquanto outros foram para outras províncias e para os Estados Unidos. No Québec, a Fête de la Saint-Patrick é uma chance de honrar a memória desses imigrantes e seus descendentes, que hora formam mais de 6% da população da província.

Em Montréal, onde se comemora o dia de Saint-Patrick desde o século XVIII, existe desde 1824 a Parada Anual do dia de São Patrício. E este ano a Parada será celebrada no domingo 19 de Março. Podes encontrar mais info sobre as celebrações em Montréal neste site.  Já na cidade de Québec, celebra-se a Fête de la Saint Patrick duas vezes. A primeira no dia 17 de Março, e a segunda no dia 25 de Março, quando Québec celebrará a sua parada de São Patrício.

Então lembre-se de usar verde hoje, e Feliz dia de São Patrício!

______________________________________________________
¹  Biólogos apontam para evidencias de que nenhuma serpente jamais habitou a ilha da Irlanda, mas os cristãos explicam que as serpentes são uma metáfora do paganismo São Patrício teria erradicado.

[Série Québec] Sistema de educação do Québec

Essa semana estamos em férias de primavera (Semaine de relâche¹) no Québec. E já que não existe devoir essa semana, falemos de como o sistema de ensino do Québec funciona.

E antes de citar o sistema escolar vamos falar sobre uma pergunta muito comum: Qual o idioma em uso nas escolas do Québec? A resposta é obviamente o Francês. Todos os alunos do Québec estudam obrigatoriamente em Francês do Préscolaire até o Secondarie, com linguas como Inglês, Espanhol, e outras sendo ensinadas como Línguas Estrangeiras. A única exceção são os alunos cujos pais tem como língua materna o Inglês, que tem permissão de estudar em escolas que utilizam esse idioma como língua comum. Após o Secondarie o aluno tem a opção de escolher em que idioma estudar. Mas vamos ao sistema de ensino:

education flipComeçando pelo começo. Após a licença maternidade (que pode durar até 1 ano), geralmente a primeira preocupação é Garderie (creche), que no Québec não é gratuita. Garderie é um tema vasto (que vamos cobrir no futuro) mas o importante nesse momento é saber que dura geralmente até os 4-5 anos de idade, quando a criança entra no Préscolarie (Pré-Escolar). O Préscolarie é gratuito, mas não obrigatório, e mesmo assim 98% das crianças do Québec estão inscritas.

No ano que completam 6 anos, as crianças entram no Primarie (educação primária), primeira etapa formal do sistema de educação québecois. Diferente das etapas anteriores, o Primaire é obrigatório e dura 6 anos. Após os anos de primário, os meninos passam ao Secondarie (Educação Secundária).

O Secondarie, que também é obrigatório e gratuito, dura 5 anos e ao final o estudante recebe o DES (Diplôme d’études secondaires). Mas o aluno tem a opção de sair a partir do final do 3° ano para cursar um curso técnico (DEP – Diplôme d’Études Professionnelles). E como aqui, os caminhos começam a variar, vamos seguir cada caminho por vez:

  1. O caminho mais comum de quem quer um diploma de estudos superiores é cursar os 5 anos de Secondarie e depois entrar num programa DEC (Diplôme d’études collégiales). Geralmente, fazem o DEC pré-universitaire (2 anos) e seguem para a universidade. Também, se pode fazer um DEC technique (3 anos)  e, após o término, seguir para o mercado de trabalho ou ir à universidade.
  2. Outra opção é fazer o Secondarie até o final do 3°, 4° ou 5°, e seguir para fazer um DEP (Diplôme d’Études Professionnelles) e, se preciso ou desejado fazer uma ASP  (Attestation de Spécialisation Professionnelle). Esses diplomas dão acesso ao mercado de trabalho, mas geralmente não dão acesso direto à universidade (sendo necessário um DEC).
  3. Para candidatos adultos (pessoas que sairam do sistema escolar há mais de 12 meses), existem outras opções. É possível cursar um AEC (Attestation d’études collégiales). O AEC dura aproximadamente 1 ano, e ao terminar o estudante está pronto para seguir para o mercado de trabalho. Também, alguns cursos universitários aceitam candidatos adultos que tiverem um currículo pertinente ao curso em questão.

E antes de continuar, vamos explicar a diferença entre o DEP, ASP, AEC,  DEC pré-universitaire e DEC technique.

  • O DEP é um curso de nível secondaire que foca nas habilidades técnicas necessárias no mercado de trabalho.
  • O ASP é uma especialização de DEP; é necessária ter terminado um DEP.
  • DEC pré-universitaire é um curso generalista onde se aprende matérias generalistas e tem o propósito de melhor preparar os alunos para a entrada na universidade. Poderia se comparar a um ano de cursinho + o primeiro ano da faculdade para os brasileiros.
  • O AEC é um diploma onde se aprende apenas sobre a área que o aluno escolheu, e não se estuda as matérias generalistas. Por isso que o AEC é mais curto que os DECs.
  • DEC technique é um curso onde se aprende sobre uma área profissional específica  e também onde se aprendem as matéria gerais (como matemática, literatura, francês, filosofia e etc.). Também se pode dizer que um DEC technique seria a soma de um DEC pré-universitaire e um AEC.
A Université Laval (1663) é a mais antiga universidade do Quebec.

A Université Laval (1663) é a mais antiga universidade do Quebec.
Foto by Gilbert Bochenek, CC-BY-SA 3.0

 

Para os alunos que completaram um DEC (technique ou pré-universitarie) o próximo passo é entrar em um Baccalauréat (BAC) que dura 3 ou 4 anos. E a´pós o BAC, se o estudante tiver interesse pode cursar um Diplôme d’Études Supérieures Spécialisées (DESS) que dura entre 1 ano e 18 meses e seria algo como as especializações que existem no Brasil ou fazer uma Maîtrise (MAI) que dura entre18 meses e 2 anos. O seguinte passo, para aqueles seguindo carreira acadêmica é o Doctorat, que dura entre 2 e 3 anos e como o Doutorado do Brasil, confere o titulo de Doutor.

No nível universitário, existe também alguns Certificats que equivalem a um ano (30 créditos) de um Baccalauréat. Ao realizar 3 certificats, confere-se um Baccalauréat multidisciplinaire.

 

Para saber mais podes acessar os seguintes links:

_____________________________________

¹ E por falar na relâche, você pode encontrar informação sobre ela nesse link.

Mudanças no sistema Imigração para Trabalhadores Qualificados do Québec

O Ministério da Imigração do Québec fez hoje uma mudança importante no sistema de imigração para trabalhadores qualificados (Programme régulier des travailleurs qualifiés). Para cumprir o nova lei de imigração “Estratégias de Ação sobre Imigração, Participação e Inclusão 2016-2021 – Juntos Nós Somos o Québec” (Stratégie d’action en matière d’immigration, de participation et d’inclusion 2016-2021 Ensemble, nous sommes le Québec) que diz que 85% dos imigrantes na categoria de Trabalhador Qualificado devem ter conhecimentos de francês (PDF, pág. 32) eles modificaram os pontos atribuídos a algumas áreas de treinamento e níveis de educação, bem como aumentaram os pontos necessários para obtenção do CSQ (Certificat de sélection du Québec).

As mudanças são:

  • Pontos atribuídos a algumas áreas de treinamento foram reduzidos (áreas que antes davam 16 pontos, agora apenas dão 12, e áreas de 12 pontos agora dão 9) ¹
  • Os pontos de empregabilidade e de obtenção de CSQ foram aumentados (a saber: Empregabilidade para solteiros foi de 41 para 43 e casais de 50 para 52 e de obtenção de CSQ foi de 49 para 50 – solteiros e de 57 para 59 – casais) ¹
  • Candidatos com cursos Técnicos ou Tecnólogos em áreas de demanda já não recebem mais pontos adicionais. (Anteriormente Técnicos e Tecnólogos em áreas de demanda ganhavam 10 pontos, agora são 6 e 8 pontos, respectivamente) ²

Essas mudanças se aplicam a todas as pessoas que irão enviar seus pedidos de CSQ a partir de 8 de Março de 2017, e também àqueles que já submeteram seus pedidos mas cuja avaliação preliminar ainda não começou.

Então, se você submeteu ou pretende submeter seu pedido de CSQ, faça a analise preliminar de pontuação, e comece já a fazer seu preparativo para o TCF-Q (Test de Connaissance du Français pour le Québec) ou TEF (Test d’Evaluation de Français) com a École Québec.

Planos da imigração canadense

De 2011 a 2015, o Canadá recebia em média 260 000 imigrantes por ano. O ministro da Imigração, dos Refugiados e da Cidadania, John McCallum anunciou uma previsão de 300 000 recém chegados por ano em 2016 e 2017. Na opinião do ministro, o plano de 2017 representa uma abordagem séria e responsável que leva em consideração a necessidade do Canadá de acolher mais imigrantes sem entrar em conflito com suas responsabilidades financeiras.

De 300 000 recém chegados em 2016, 40 000 serão refugiados e 84 000 terão conseguido a residência permanente pelo programa de reunião familiar.

A projeção de 2017 quer um aumento na categoria da imigração econômica passando de 160 600 em 2016 para 172 500 em 2017. Em contrapartida, o número de refugiados diminuirá de 55 800 para 40 000.

passport small

Apesar de significar um certo aumento em relação aos anos anteriores, ainda não alcança os 450 000 recomendados pelo conselho consultativo especializado em crecimento econômico.

 

Mudanças: visto de turista para o Canadá

A partir de maio de 2017, cidadãos brasileiros que possuem um visto de turismo americano válido ou que foram detentores de um visto de turismo canadense nos últimos 10 anos poderão aplicar por um eTA ou AVE: autorização de viagem eletrônica.

Para os que não satisfazem a um desses dois critérios de admissibilidade, continua necessário obter um visto de turismo para viajar para o Canadá.

Veja a informação oficial no site do governo canadense.

10 anos de trocas culturais Québec-Brasil

Em novembro, celebraremos nosso 10º aniversário e gostaríamos de compartilhar com vocês um pouco da nossa história e contar os nossos novos projetos.

Foi em agosto de 2005 que Catherine, fundadora da École Québec chegou em Curitiba para fazer parte do seu mestrado. Logo, conheceu a Geneviève do Centre Québec e começou a acompanhar algumas turmas do Centre. Um ano depois, Catherine passeava de estação em estação de metrô em São Paulo, procurando uma casa onde poderia montar uma escola de francês especializada em preparação para o processo de imigração ao Québec, inspirada no modelo do Centre Québec.

Catherine e Geneviève com amigos e alunos em 2006
Catherine e Geneviève com amigos e alunos em 2006

Depois de encontrar a casa da Rua Loefgren, iniciou com uma única sala de aula na qual ensinava para alunos particulares. Com a ajuda desses primeiros alunos particulares, começou a divulgação em fóruns e grupos de discussão da Internet. Em dezembro de 2006, Estela, que trabalha na ÉQ até hoje se tornou a primeira funcionária da École Québec.

Em janeiro de 2007, as duas primeiras turmas abriram. Mandamos um abraço especial a esses alunos que confiaram no projeto logo no início.

Primeiros alunos e professores da ÉQ no chalé da família da Catherine em Saint-Léonard.
Em 2008, alguns alunos e professores da ÉQ no chalé da família da Catherine em Saint-Léonard.

No final de 2007, Catherine e mais 5 alunos da École Québec participaram do documentário “O último que sair fecha a porta” que foi divulgado no final de 2008 na TV cultura, dando maior visibilidade à escola. Em 2008, a filial do Rio de Janeiro foi inaugurada e em 2013, os cursos de português para estrangeiros da Aprenda2 começaram a ser oferecidos na unidade Rio.

Familia Egashira que participou do documentário O Último que Sair Fecha a Porta
Familia Egashira que participou do documentário O Último que Sair Fecha a Porta

Nos orgulhamos em ter ajudado mais de 1000 ex-alunos espalhados pelo Canadá e ter recebido cerca de 100 quebequenses que compartilharam sua língua e cultura com os nossos alunos. Dessas trocas, foram criadas uma escola de francês em Québec (KDV Langues), uma escola de português para estrangeiros e francês in-office (Aprenda2.org) e alguns casamentos canado-brasileiros.

Despedida de 2 professores em junho de 2016
Despedida de 2 professores em junho de 2016

Este ano, já lançamos o curso de inglês, um curso online ao vivo e o espaço multicultural compartilhado La Cabane, cujo nome foi inspirado das tradicionais cabanes à sucre onde é produzido o sirop d’érable.

Espaço multicultural de coworking e oficinas
Espaço multicultural de coworking e oficinas

Aproveitamos para agradecer

Muitas pessoas e parceiros ajudaram para que esse projeto que proporcionou e continua proporcionando experiências multiculturais para vários canadenses e brasileiros chegue aos seus 10 anos. Gostaríamos de agradecer o Centre Québec, os nossos alunos que indicaram e continuam indicando a escola para colegas e familiares que desejam também morar no Québec, Audrey e Alessandro da Aprenda2, os vários professores que passaram pela escola, os parceiros e toda a equipe dedicada da École Québec.

Somos imensamente gratos também a Teruco e Milton Kamitsuji que foram dos primeiros a incentivar a Catherine a empreender com esse projeto ajudando com tudo em São Paulo e deixando os pais da Catherine bem mais tranquilos. 😉

Professores e funcionários da ÉQ em 2011
Professoras e funcionárias da ÉQ em 2011

Material didático da École Québec

Lançamos em 2016 o primeiro material didático de FLE (Francês Língua Estrangeira) focado no Québec. A iniciativa foi da École Québec que ensina francês principalmente para futuros imigrantes da bela província de Québec. Cinco professores do Québec e da França trabalharam em colaboração para concretizar as apostilas e atividades do A1 até o B2.

IMG_3262

As apostilas foram criadas levando em consideração a necessidade dos nossos alunos de passarem as provas de proficiência dos diversos programas de imigração: TCF-Q, TEFAQ e TFI (no caso do PEQ). Também, queríamos criar um curso 2-em-1 no qual os alunos se preparam culturalmente e profissionalmente ao mesmo tempo que aprendem francês. Assim, as atividades de compreensão oral e escrita como as de expressão oral e escrita tem foco no Québec: sua cultura, seu mercado de trabalho, os sistemas de saúde, de transporte, de educação e políticos, as atrações turísticas, a história, etc.

Compartilhamos com vocês algumas páginas deste material.

Iniciante

Intermediário

Lançamento do curso Québec Online Ao Vivo

O Canadá e, mais particularmente, o Québec é um dos lugares mais abertos a imigração. Existem diversas razões para isso como o envelhecimento da população, a falta de mão de obra em algumas áreas de trabalho e as vantagens que o multiculturalismo traz.

Pessoas do mundo inteiro escolhem o Québec por seu alto índice de IDH, estabilidade econômica, educação pública de qualidade e boa infraestrutura.

Foto Flyer EQ SP

Os nossos alunos conseguem residência permanente via dois principais programas de imigração: o programa de trabalhadores qualificados do Québec e o programa da experiência quebequense. Veja nossa última palestra online sobre o assunto.

O curso online ao vivo

Durante os 10 anos de existência da École Québec, pessoas do Brasil inteiro interessados em imigrar para o Québec entraram em contato pedindo para abrirmos turmas em outras cidades. Não era possível por não encontrarmos quebequenses nestas cidades. Hoje, com as novas tecnologias, estamos prontos para montar turmas online ao vivo com professores nativos do Québec e oferecer nosso curso em qualquer canto do Brasil.

OnlineAoVivo

As aulas são iguais às aulas presenciais: mesmas atividades, mesmo cronograma, mesmas apostilas e com professores quebequenses ou brasileiros e franceses que já viveram lá. Além das aulas, cada turma tem um grupo no WhatsApp para facilitar a organização das aulas e deixar o aprendizado ainda mais dinâmico e constante.

Ao se matricular, você receberá pelo correio a apostila referente ao seu nível. No primeiro dia de aula, enviaremos o link para participar da aula. Depois disso, é só entrar, participar e se dedicar 100% para atingir o seu objetivo: falar francês para viver no Quebec!

As vantagens do curso online ao vivo

  1. Participar das aulas de qualquer lugar do mundo, no computador ou no celular.
  2. Professores do Québec ou que conhecem bem o Québec, ao vivo na sua casa ou escritório.
  3. Ter aulas ao vivo e acompanhar um grupo de pessoas que tem os mesmos objetivos promete um aumento significativo na sua motivação e assim atingir o nível necessário rapidamente.

Veja quais turmas estão abertas para inscrições em 2016:

Nível A1: Segunda e quarta das 19h30 às 22h, início em 28/11 (47,5 horas em 2,5 meses)

3 parcelas de R$538 por 3 x R$412 + *matrícula R$290 (incluindo envio do material pelo correio)

 

 

*A taxa de matrícula é uma taxa única. Não precisará pagar para os níveis seguintes.

Para maiores informações, entre em contato por e-mail contato_sp@ecolequebec.com.br, por telefone 11.5083.2860 ou WhatsApp: 11.98997.0484.

Visto de trabalho temporário – profissões com maior demanda no Québec

Já ouviu falar da lista das profissões admissíveis ao tratamento simplificado?

O Emploi-Québec em colaboração com o MIDI estabelece todo ano as profissões de demanda muito alta que podem beneficiar de um tratamento mais simples no processo de emissão de visto de trabalho. Todas as profissões que fazem parte da lista são consideradas cargos com altos salários.

Para a empresa quebequense que contrata, isso significa que não será necessário comprovar ao governo que não conseguiu encontrar um profissional com as mesmas qualificações no mercado de trabalho local o que acelera significativamente o processo.

Quais são as profissões desta lista:

  • Diretor de marketing, vendas e publicidade (0611)
  • Verificador financeiro e contador (1111)
  • Especialista de recursos humanos (1121)
  • Secretária de direção (1222)
  • Analista de recursos humanos e recrutador (1223)
  • Analista de compras (1225)
  • Tecnólogo de contabilidade (1231)
  • Secretário, exceto área jurídica e medical (1241)
  • Secretário medical (1243)
  • Engenheiro civil (2131)
  • Analista e consultor de informática (2171)
  • Engenheiro de software (2173)
  • Programador e desenvolvedor de mídias interativas (2174)
  • Desenvolvedor de sites (2175)
  • Tecnólogo de engenharia civil (2231)
  • Tecnólogo de engenharia mecânica (2232)
  • Tecnólogo de engenharia industrial e de engenharia de fabricação (2233)
  • Estimador em construção (2234)
  • Tecnólogo de engenharia eletrônica e elétrica (2241)
  • Tecnólogo em desenho (2253)
  • Tecnólogo em redes de informática (2281)
  • Analista de suporte ao usuário (2282)
  • Testador de videogame (2283)
  • Médicos especialistas (3111)
  • Médico – clínico geral (3112)
  • Farmacêutico (3131)
  • Fonoaudiólogo (3141)
  • Fisioterapeuta (3142)
  • Ergoterapeuta (3143)
  • Enfermeiro autorizado (3152)
  • Inaloterapeuta, perfusionista cardiovascular e tecnólogo cardiopulmonar (3214)
  • Tecnólogo em radiação medical (3215)
  • Higienista e terapeuta dentário (3222)
  • Auxiliar de enfermagem (3233)
  • Professor de nível superior/tecnólogo (4131)
  • Assistente social (4152)
  • Trabalhador dos serviços comunitários e sociais (4212)
  • Educador infantil (4214)
  • Educador especializado (4215)
  • Produtor, diretor técnico, criativo e artístico e administrador de projetos – efeitos visuais e videogame (5131)
  • Designer gráfico e ilustradores (5241)
  • Especialista em vendas técnicas (6221)
  • Analista de seguros (6231)
  • Chefe de cozinha (6241)
  • Cozinheiro (6242)
  • Açougue e peixeiro (6251)
  • Maquinista e verificador de usinagem e ferramentas (7231)
  • Tecnólogo em instalação e reparação de telecomunicações
  • Mecânico de obras ou industrial (7311)
  • Mecânico de equipamentos pesados (7312)
  • Mecânico técnico e reparador de automóveis, caminhões e ônibus (7321)
  • Eletromecânico (7333)

Para você entender melhor quais são as especificações e exigências de cada uma destas profissões, pode-se consultar o site IMT en ligne do Emploi-Québec. Com o número que informamos em parentese, encontrará com facilidade toda a informação necessária.

Consideramos importante informar que com uma oferta de emprego, é possível aplicar no programa de trabalhador qualificado a qualquer momento, sem ter que esperar a abertura de vagas no programa.

Sua profissão faz parte da lista, está na hora de melhorar o francês e redigir o currículo!

Estudar no Canadá: uma estratégia para a imigração

A feira Edu Canadá lhe oferece a oportunidade de conhecer diversas instituições de ensino canadenses, de escola de idiomas até colleges e faculdades. A feira passará pelas seguintes cidades: Campinas: 15 de setembro, São Paulo: 17 e 18 de setembro, Brasília: 20 de setembro, Rio de Janeiro: 22 de setembro, Curitiba: 24 de setembro, Porto Alegre: 25 de setembro, Belo Horizonte: 27 de setembro e Recife: 29 de setembro

Formação e imigração

Cada vez mais estrangeiros escolhem o Canadá para realizar os seus estudos técnicos ou pós-colegiais. Além do custo geralmente mais baixo do que em outros países, o governo canadense permite aos seus estudantes estrangeiros trabalhar até 20 horas semanais durante os semestres e até 40 horas semanais nas férias. Além disso, ao obter um diploma de lá, é oferecido um visto de trabalho aberto que permite trabalhar em qualquer área. Esse visto de trabalho terá a mesma duração que o curso que conferiu o diploma.

Para casais, as condições são ainda mais interessantes pois o cônjuge ganha visto de trabalho aberto durante toda a duração do curso.

Se o seu objetivo é a residência permanente no Canadá, estudar lá é uma estratégia cada vez mais escolhida. Na província do Québec, por exemplo, o fato de obter um dos seguintes diplomas lhe dá direito à residência permanente: D.E.P. de 1800 horas (técnico), D.E.C. technique (tecnólogo), Baccalauréat (bacharelado), Maîtrise (mestrado) e Doctorat (doutorado). A única  exigência além do diploma é ter um nível de francês de pelo menos B2 (intermediário-avançado). Outra experiência canadense que facilita a obtenção da residência permanente é trabalhar em um emprego qualificado por 12 meses. Como o fato de concluir estudos no solo canadense dá direito ao visto de trabalho aberto da mesma duração que o curso, as chances de conseguir a RP por experiência de trabalho são bem maiores realizando um curso lá.

Exigências no idioma

Para iniciar um curso no Canadá, é preciso ter um certo conhecimento do idioma, principalmente na compreensão oral e escrita. A exigência é diferente para cada curso. Algumas instituições têm provas de proficiências próprias ou confiam na palavra do aluno que promete que terá o nível necessário ao iniciar o curso e outras exigem que envie um certificado comprovando um certo nível. As provas mais exigidas são IELTS Academic para o inglês e TFI para o francês. A École Québec em São Paulo e no Rio de Janeiro é centro aplicador do TFI.

Venha se preparar conosco para os seus estudos! Nossos cursos são focados no Canadá e preparam para as principais provas de proficiência exigidas nos diversos programas de imigração e de seleção das instituições de ensino.

Palestras sobre oportunidades no Canadá

Realizamos duas palestras online em agosto para explicar como os nossos alunos conseguiram a residência permanente e para apresentar a escola aos interessados em estudar francês e/ou inglês para se preparar para o Canadá.

Ainda é possível assistir a palestra no youtube. Segue o link: http://bit.ly/2bFQv2V

A apresentação powerpoint travou logo no início da palestra então resolvemos compartilhar com vocês o link do arquivo: http://bit.ly/2bqbnAv

Aproveitamos para pedir desculpas aos que tiveram que esperar pois não conseguimos iniciar no horário combinado por causa de alguns problemas técnicos.