Programa de Mobilidade Francófona

Para aqueles que desejam trabalhar no Canadá e falam francês, o Programa Internacional de Mobilidade – International Mobility Program (IMP) – pode ser um oportunidade palpável e menos burocrática para os trabalhadores e empregadores. Para promover e encorajar a imigração francófona, profissionais estrangeiros contratados fora do Canadá e destinados à trabalhar em províncias anglófonas – e fora da província de Québec – dentro dos NOCs 0, A ou B podem ser elegíveis para isenção do LMIA (Labour Market Impact Assesment). Esse pedido de isenção no entanto não pode ser feito em solo canadense, porém trabalhadores que já trabalham no país com isenção de LMIA podem aplicar para uma extensão da permissão de trabalho desde que continuem a responder aos critérios do programa.

No programa de Mobilidade Francófona, não há limite de idade para os trabalhadores e profissionais de qualquer país podem ser contratados. Este programa também permite que a família do profissional contratado o acompanhe durante seu período de trabalho no Canadá e, caso a oferta de trabalho tenha duração superior a 6 meses, o cônjuge pode aplicar para uma permissão de trabalho aberta e os filhos podem aplicar para uma permissão de estudos.

A facilitação na entrada desses profissionais visa encorajar o desenvolvimento de comunidades de minorias francófonas ao longo do território Canadá. Postos de trabalho que promovem o uso do francês fora da província de Québec fortalecem o bilinguismo e as características multiculturais do Canadá.

Para participar do programa, o empregador deve submeter uma oferta de trabalho antes da aplicação para a permissão de trabalho. Essa oferta de trabalho deve ser em uma profissão qualificada. Para fazer um pedido de isenção de LMIA o empregador deve comprovar que a língua habitual que o trabalhar utilizará no dia-a-dia será o francês.  O oficial de imigração pode solicitar ao trabalhador contratado uma entrevista ou a apresentação do resultado de um teste de proficiência em francês indicando nível no mínimo intermediário (TEF CLB7).

Fonte: www.canada.ca