Encontro com instituições francófonas

No dia 21 de março de 2017, a École Québec encontrou com 4 instituições de ensino francófonas, todas localizadas no Canadá. Para as instituições que não conheciam a École Québec, apresentamos os nossos cursos e serviços e explicamos o que os nossos alunos mais procuram e precisam no projeto de vida deles. E eles fizeram o mesmo. Veja quais informações recolhemos para vocês!

Fédération des Cégeps

Os Cégeps são instituições de ensino de nível superior cujo modelo só existe no Québec. Eles oferecem três tipos de diploma: DEC pré-universitaire (2 anos de preparação para a faculdade), DEC technique (3 anos de preparação para o mercado de trabalho) e AEC (1 ou 2 anos de preparação para o mercado de trabalho). Poderiamos dizer que o DEC technique é a combinação das matérias de um DEC pré-universitaire com as do AEC.

Bolsas de estudo para estudantes do DEC technique para brasileiros. Para residentes permanentes do Québec, os estudos no Cégep são gratuitos. Para estrangeiros, os preços são de aproximadamente 8000$CAN por semestre, mas existe uma bolsa de isenção de pagamento e os brasileiros são prioritários junto com chineses e mexicanos. Até hoje, 6 ex-alunos da École Québec beneficiaram da bolsa de isenção.

Sabiam que a Fédération des Cégeps estará na École Québec de São Paulo no dia 27/03? Inscreva-se pelo e-mail contato_sp@ecolequebec.com.br. A palestra será em francês.

Cégep de Jonquière

Logo couleur 300 dpiO Cégep de Jonquière fica ao norte da cidade de Québec numa região chamada Lac Saint-Jean. Conversamos com a Colette Fournier que cria DEC techniques e AEC para atender às necessidades do mercado de trabalho. Ela listou para nos as áreas de formação do Cégep de Jonquière em quais faltam alunos e cuja área tem mais demanda no mercado de trabalho: laboratório (química analítica), engenharia química, engenharia mecânica, eletrônica industrial, informática e seguros. Os AEC dessas áreas duram de 2 a 4 semestres e no final do curso, todos os formantes que desejam entegrar o mercado de trabalho conseguem emprego. Cada semestre exige um investimento de 6000$CAN a 8000 $CAN. A senhora Fournier mencionou que as competências adquiridas em alguns AEC oferecidos pelo Cégep de Jonquière estão tão em demanda que alguns formantes entram no mercado de trabalho ganhando mais de 80 000$CAN ao ano.

Após o AEC, os estudantes estrangeiros ganham um visto de trabalho aberto da mesma duração que o AEC realizado e se nesse período o estudante comprovar 12 meses de experiência de trabalho qualificado, ele poderá pedir o CSQ que dá direito a pedir a residência permanente. Como os AEC incluem um ou dois estágios, ele poderá facilmente encontrar um emprego qualificado no final do curso, principalmente se for uma área de demanda.  Infelizmente, o AEC não é aceito pelo PEQ-estudos, mas ele é mais barato  e curto que o DEC technique ou o baccalauréat.

Veja todos os AEC disponíveis no Cégep de Jonquière.

Existe também a possibilidade de realizar o DEC technique que qualifica para o PEQ e que tem programas de bolsa.

Leia também sobre o processo de admissão.

O DEC techniques e pré-universitários são listados aqui.

Université de Montréal

A Carla, embaixadora da Universidade de Montréal também estava em São Paulo essa semana para apresentar a faculdade aos interessados. Para estudantes internacionais do mestrado e doutorado, a UdM oferece bolsas de isenção em que o estudante internacional que teve um ótimo histórico escolar no bacharelado paga o mesmo preço que os residentes permanentes (aprox. 1300$ por semestre).

O site da UdM é muito completo. Encontrará nele toda a informação necessária para saber dos cursos oferecidos e descobrir como se inscrever. Lembramos que as faculdades do Québec dividem os cursos em três ciclos.

Premier cycle: Certificat e Baccalauréat

Deuxième cycle: Diplôme d’Études Supérieures Spécialisées (D.E.S.S.) e Maîtrise

Troisième cycle: Doctorat e Post-Doctorat

Université d’Ottawa

A Universidade de Ottawa é bilingue, mas somente 30% dos estudantes escolhem realizar os estudos em francês. Para incentivar mais estudantes a se formar em francês, criaram um programa de bolsa em que os estudantes do baccalauréat que realizarem os estudos em francês pagam o mesmo preço que estudantes canadenses.

O site da Université d’Ottawa também é completo. Vale a pena visita-lo!

Conseil scolaire Viamonde e Conseil des écoles publiques de l’Est de l’Ontario

Dois conselhos escolares francófonos da província de Ontario (nível primário e secundário) nos apresentaram as escolas secundárias que recebem estudantes estrangeiros por períodos de um semestre ou um ano. O Conseil de Viamonde é localizado na região de Toronto e o de l’Est de l’Ontario é localizado na região de Ottawa.

É necessário ter um nível B1 de francês para poder ser admitido. Os adolescentes estrangeiros moram em família de intercâmbio que, na grande maioria, são bilíngues permitindo ao estudante treinar os dois idiomas. Para ter uma ideia de valores, veja essa página do site do Conseil scolaire Viamonde.