O que nos atraiu na École Québec?

Brunna e Rafael:

Um casal de alunos (e amigos) nossos, Brunna e Rafael, já estiveram na França antes de conhecer a École Québec, mas quando voltaram perceberam a necessidade de conhecer a língua principalmente para retornar as suas viagens. Agora, mais animados, eles planejam visitar Paris em agosto e dizem que o que mais os atraiu inicialmente no curso foi a sua rápida duração e como os alunos conseguem se comunicar facilmente com apenas 1 ano de curso, enquanto em outras escolas o curso pode durar mais de 5 anos devido às lições repetitivas. Depois de entrar no curso, o casal ficou especialmente atraído pela ¨jovialidade¨ do curso, pois as aulas não seguem fórmulas rígidas, mas se adaptam à necessidade deles. O ambiente de confraternização e amizade da École Québec fez com que eles se sentissem bem vindos e fizessem parte de uma turma muito dinâmica, jovem, aventureira e cheia de sonhos para suas vidas, o Québec e o Brasil.

Ricardo:

Em conversa com nosso aluno Ricardo, o que mais o atraiu no curso são as experiências com as pessoas. Ele é uma pessoa extremamente viajada e queria ficar fluente em outra língua além do inglês; já havia feito alguns meses de francês em outro curso reconhecido, mas que não o atraiu devido sua forma fechada e suas regras rígidas. Na École Québec, Ricardo valoriza muito o contato com pessoas de outros países e diz lucrar com a forte troca cultural. Ele avalia que o curso prepara bem o aluno e suas 2h:30 de aula passam com velocidade. Ricardo já adquiriu fluência em menos de 1 ano de aula devido a forte enfase na fala. Para ele, poder pegar filmes e livros emprestados na École é outra grande vantagem e também parabeniza a boa base dos professores, que segundo ele, possuem muita firmeza em sala de aula sobre a língua. Essa experiência de sair do cotidiano, de sair da rotina casa-trabalho e encontrar educaçao, fazer uma reciclagem e adquirir crescimento pessoal é o que ele procurava e encontrou na École.